CanJS
CanJS
Top 50%30 pontos
Top 50%
Principais recursos e destaques

CanJS: 21 fatos e destaques

1. tamanho do arquivo do mini-campo sem dependências

69KB(CanJS)
Arquivos menores significam mais rapidez no tempo de carregamento.

2. Usa Promises

CanJS
20% tem isso
Tem uma implementação interna da especificação Promises/A+. O Promises é uma alternativa conhecida para os callbacks ao lidar com respostas do servidor.

3. Suporta roteamento e link profundo

CanJS
67% tem isso
O roteamento permite interação com a url do navegador. Isso é muito importante para proporcionar uma boa experiência ao usuário, caso você esteja criando aplicativos de uma página.

4. Usa motor de templates

CanJS
67% tem isso
Motores de templates permitem criação de UI fácil e flexível.

5. Suporte à propriedades computadas

CanJS
33% tem isso
Permite o uso de funções como propriedades para computar as propriedades dos objetos.

6. Publicado sob a licença MIT

CanJS
87% tem isso
A licença MIT é uma licença bastante permissiva a todos os tipos de utilização, inclusive uso comercial, sem garantia.

7. Os modelos podem ser pré-compilados no servidor

CanJS
60% tem isso
Suporta um mecanismo de modelagem que pode ser pré-processado no servidor. Isto provavelmente melhora a velocidade da página, especialmente em dispositivos com baixo capacidade computacional.

8. É agnóstica à biblioteca de manipulação de DOM

CanJS
20% tem isso
Não requer ou seriamente encoraja o uso de biblioteca específica (como jQuery, Zepto ou MooTools ) para lidar com manipulação de DOM e pode ser usada com aquela que o desenvolvedor preferir.

9. Compatível com vinculação unidirecional de dados

CanJS
80% tem isso
As views podem estar sujeitas à atualização automática quando um objeto observável é alterado.

10. dependências

Menos dependências significa diminuição de inclusão de scripts extras, diminuindo sobrecarga de desenvolvimento e proporcionando carregamento mais rápido.

11. Suporta views compostas (parcial)

CanJS
60% tem isso
Permite modelos de views aninhados em views de nível superior dentro de um modelo.

12. Possui validação de entrada integrada

CanJS
40% tem isso
Utilitários internos ajudam a validar a entrada do cliente antes de ser processada ou enviada a um servidor. À despeito de não substituir a validação do lado do servidor, ele pode melhorar consideravelmente a experiência do usuário.

13. Abstração de RESTful sync incorporada, para modelos

CanJS
47% tem isso
Inclui utilitários para manter os modelos sincronizados com sua representação no servidor, sem escrever boilerplate-jQuery para fazer chamadas ajax .

14. tem uma fonte de plug-in dedicada.

CanJS
27% tem isso
Isso demonstra que o framework possui ecossistema ativo, grande apoio da comunidade permitindo maior flexibilidade e desenvolvimento mais rápido.

15. Funciona bem com mais que apenas um motor de template

CanJS
40% tem isso
Outros frameworks podem estar travados com um motor de templates que você não gosta e não pode fazer nada sobre isso.

16. Usa observáveis para ligação de dados

CanJS
80% tem isso
As alterações nos modelos são observadas. Este é um padrão bem conhecido. Pode ser mais eficaz do que dirty-checking em alguns casos.

17. Tem uma API pública estável

CanJS
53% tem isso
O número de versão principal é superior a 0 . Isso significa que não haverão alterações de compatibilidade de API significativas introduzidas pela equipe de desenvolvimento.

18. número de plugins

Das fontes oficiais de plugins. Os plugins oferecem um meio fácil de expandir a funcionalidade ou integração com outros serviços. Um número mais elevado de plugins significa que existe uma comunidade ativa e que a estrutura é bastante compatível e/ou flexível.

19. versões do Internet Explorer suportadas

7(CanJS)
Suporte à navegador legado pode ser importante para projetos corporativos e projetos com uma grande base de usuário que consista de usuários do Internet Explorer.

20. Oficialmente, suporta gerenciamento de dependências Bower.

CanJS
53% tem isso
Bower é um gerenciador de pacotes do tipo npm, fácil de usar, para aplicativos front-end.

21. Funciona com bibliotecas AMD como require.js

CanJS
60% tem isso
As bibliotecas de Definição de Módulo Assíncrono possibilita programação modular fácil e limpa. Caso um framework não funcione bem com essas bibliotecas, pode haver outros meios para modularizar seus componentes e solucionar dependências, como a Dependency Injection (Injeção de Dependência).

Top 10 Frameworks MV*

Adicionar à comparação
  • CanJS
Comparar
This page is currently only available in English.