Ember JS
Top 27%44 ponto
Top 27%
1.Tem um projeto-boilerplate popular
2.Usa observáveis para ligação de dados
3.Dependências
4.Suporta views compostas (parcial)
5.Tem uma API pública estável
Principais recursos e destaques
Tem um projeto-boilerplate popular
Número de Estrutura em MV*
BaixoMédioAlto
53% de todos(as) Estrutura em MV*Sim
Não

Ember JS: 26 fatos e destaques

1. Conta com ligação de dados bidirecional

Ember JS
53% tem isso
Os modelos e views podem estar vinculados para atualizarem-se mutuamente.

2. tamanho do arquivo do mini-campo sem dependências

235KB(Ember JS)
Flight: 14KB
Arquivos menores significam mais rapidez no tempo de carregamento.

3. Dispõe de filtragem automática de views

Ember JS
20% tem isso
Possui um mecanismo de filtragem das views a partir das variáveis do escopo ( por exemplo, durante pesquisa ), sem a necessidade de escrever código extra em demasia.

4. Usa Promises

Ember JS
20% tem isso
Tem uma implementação interna da especificação Promises/A+. O Promises é uma alternativa conhecida para os callbacks ao lidar com respostas do servidor.

5. Usa motor de templates

Ember JS
67% tem isso
Motores de templates permitem criação de UI fácil e flexível.

6. Suporta roteamento e link profundo

Ember JS
67% tem isso
O roteamento permite interação com a url do navegador. Isso é muito importante no sentido de proporcionar boa experiência ao usuário ao criar aplicações de uma página.

7. Suporte à propriedades computadas

Ember JS
33% tem isso
Permite o uso de funções como propriedades para computar as propriedades dos objetos.

8. Publicado sob a licença MIT

Ember JS
87% tem isso
A licença MIT é uma licença bastante permissiva a todos os tipos de utilização, inclusive uso comercial, sem garantia.

9. Compatível com vinculação unidirecional de dados

Ember JS
80% tem isso
As views podem estar sujeitas à atualização automática quando um objeto observável é alterado.

10. Dispõe de Injeção de Dependência

Ember JS
20% tem isso
Isso melhora a testabilidade e a modularidade.

11. Os modelos podem ser pré-compilados no servidor

Ember JS
60% tem isso
Suporta um mecanismo de modelagem que pode ser pré-processado no servidor. Isto provavelmente melhora a velocidade da página, especialmente em dispositivos com baixo capacidade computacional.

12. Conta com um plugin popular que suporta animação

Ember JS
20% tem isso
Tem um plugin que inclui funcionalidades para criação de views de animação, facilmente.

13. dependências

1(Ember JS)
SproutCore: 0
Menos dependências significa diminuição de inclusão de scripts extras, diminuindo sobrecarga de desenvolvimento e proporcionando carregamento mais rápido.

14. Suporta views compostas (parcial)

Ember JS
60% tem isso
Permite modelos de views aninhados em views de nível superior dentro de um modelo.

15. Atualiza o DOM de forma assíncrona

Ember JS
27% tem isso
A mudança do modelo não resulta em atualizações imediatas de views, mas são enfileiradas e liberadas como um grupo. Isto pode ter um desempenho muito melhor que as atualizações instantâneas de views.

16. tamanho do arquivo do mini-campo incluindo dependências

308KB(Ember JS)
Maria: 20KB
Tamanho de arquivo menor significa carregamentos mais rápido.

17. Tem uma API pública estável

Ember JS
53% tem isso
O número de versão principal é superior a 0 . Isso significa que não haverão alterações de compatibilidade de API significativas introduzidas pela equipe de desenvolvimento.

18. Tem um projeto-boilerplate popular

Ember JS
53% tem isso
Dispõe de um projeto boilerplate oficial ou bem conhecido com estrutura de arquivo recomendada e permite início mais rápido para os desenvolvedores.

19. Conta com um plugin popular que suporta validação de entrada

Ember JS
20% tem isso
Plugin para ajudar a validar a entrada do cliente antes de ser processada ou enviada ao servidor. À despeito de não substituir a validação do lado do servidor, ele pode melhorar consideravelmente a experiência do usuário.

20. Possui uma entrada oficial, atualizada, no pacote gerenciador npm.

Ember JS
47% tem isso
O node package manager (npm) pode ser usado para gerenciar scripts front-end.

21. Usa observáveis para ligação de dados

Ember JS
80% tem isso
As alterações nos modelos são observadas. Este é um padrão bem conhecido. Pode ser mais eficaz do que dirty-checking em alguns casos.

22. Dispõe de gerador de projeto

Ember JS
53% tem isso
Permite ao desenvolvedor configurar automaticamente um novo projeto usando ferramentas internas ou recursos de scaffolding como o Yeoman .

23. versões do Internet Explorer suportadas

8(Ember JS)
rAppid JS: 0
Suporte à navegador legado pode ser importante para projetos corporativos e projetos com uma grande base de usuário que consista de usuários do Internet Explorer.

24. Tem um plugin popular que permite a sincronização REST de servidor

Ember JS
7% tem isso
Conta com plugin para manter os modelos sincronizados com sua representação no servidor, sem a necessidade de escrever chamadas ajax.

25. Tem um plugin popular que melhora o suporte à LocalStorage

Ember JS
27% tem isso
Tem um plugin que oferece uma funcionalidade simples para sincronizar modelos com o LocalStorage HTML5.

26. Dispõe de ferramentas de depuração dedicadas

Ember JS
33% tem isso
Normalmente são Extensões de Navegador, que permitem percepção aprofundada da aplicação.

Top 10 Estrutura em MV*

Adicionar outro objeto para comparar
  • Ember JS
Comparar
This page is currently only available in English.