rAppid JS
rAppid JS
Top 53%28 pontos
Top 53%
Principais recursos e destaques

rAppid JS: 18 fatos e destaques

1. Conta com ligação de dados bidirecional

rAppid JS
53% tem isso
Os modelos e views podem estar vinculados para atualizarem-se mutuamente.

2. tamanho do arquivo do mini-campo sem dependências

120KB(rAppid JS)
Arquivos menores significam mais rapidez no tempo de carregamento.

3. Usa motor de templates

rAppid JS
67% tem isso
Motores de templates permitem criação de UI fácil e flexível.

4. Suporta roteamento e link profundo

rAppid JS
67% tem isso
O roteamento permite interação com a url do navegador. Isso é muito importante para proporcionar uma boa experiência ao usuário, caso você esteja criando aplicativos de uma página.

5. Publicado sob a licença MIT

rAppid JS
87% tem isso
A licença MIT é uma licença bastante permissiva a todos os tipos de utilização, inclusive uso comercial, sem garantia.

6. Dispõe de Injeção de Dependência

rAppid JS
20% tem isso
Isso melhora a testabilidade e a modularidade.

7. Compatível com vinculação unidirecional de dados

rAppid JS
80% tem isso
As views podem estar sujeitas à atualização automática quando um objeto observável é alterado.

8. Suporta views compostas (parcial)

rAppid JS
60% tem isso
Permite modelos de views aninhados em views de nível superior dentro de um modelo.

9. tamanho do arquivo do mini-campo incluindo dependências

120KB(rAppid JS)
Tamanho de arquivo menor significa carregamentos mais rápido.

10. Possui uma entrada oficial, atualizada, no pacote gerenciador npm.

rAppid JS
47% tem isso
O node package manager (npm) pode ser usado para gerenciar scripts front-end.

11. Tem um projeto-boilerplate popular

rAppid JS
53% tem isso
Dispõe de um projeto boilerplate oficial ou bem conhecido com estrutura de arquivo recomendada e permite início mais rápido para os desenvolvedores.

12. Abstração de RESTful sync incorporada, para modelos

rAppid JS
47% tem isso
Inclui utilitários para manter os modelos sincronizados com sua representação no servidor, sem escrever boilerplate-jQuery para fazer chamadas ajax .

13. Possui validação de entrada integrada

rAppid JS
40% tem isso
Utilitários internos ajudam a validar a entrada do cliente antes de ser processada ou enviada a um servidor. À despeito de não substituir a validação do lado do servidor, ele pode melhorar consideravelmente a experiência do usuário.

14. Suporte melhorado à LocalStorage

rAppid JS
20% tem isso
O framework inclui uma funcionalidade simples para sincronizar modelos com o HTML5 LocalStorage.

15. Usa observáveis para ligação de dados

rAppid JS
80% tem isso
As alterações nos modelos são observadas. Este é um padrão bem conhecido. Pode ser mais eficaz do que dirty-checking em alguns casos.

16. versões do Internet Explorer suportadas

0(rAppid JS)
Suporte à navegador legado pode ser importante para projetos corporativos e projetos com uma grande base de usuário que consista de usuários do Internet Explorer.

17. Dispõe de gerador de projeto

rAppid JS
53% tem isso
Permite ao desenvolvedor configurar automaticamente um novo projeto usando ferramentas internas ou recursos de scaffolding como o Yeoman .

18. Funciona com bibliotecas AMD como require.js

rAppid JS
60% tem isso
As bibliotecas de Definição de Módulo Assíncrono possibilita programação modular fácil e limpa. Caso um framework não funcione bem com essas bibliotecas, pode haver outros meios para modularizar seus componentes e solucionar dependências, como a Dependency Injection (Injeção de Dependência).

Top 10 Frameworks MV*

Adicionar à comparação
  • rAppid JS
Comparar
This page is currently only available in English.